Aluna da Fatec São Caetano participa de intercâmbio na Alemanha

Estudante do curso de Jogos Digitais foi selecionada para programa que proporciona a brasileiras e alemãs contato com setor de games de cada país

A estudante do curso superior tecnológico de Jogos Digitais da Faculdade de Tecnologia do Estado (Fatec) São Caetano do Sul, Caroline Amaral, foi selecionada para o Mulheres no Jogo, do Goethe-Institut. O programa de intercâmbio entre Brasil e Alemanha, que ocorre entre março e maio, proporciona a brasileiras e alemãs do setor de games um mergulho no dia a dia de um estúdio de desenvolvimento de jogos de cada país.

Games são uma das diversões prediletas de Caroline desde a infância. “Aproveitava as horas livres para jogar ou ler sobre o desenvolvimento dos meus jogos favoritos desde criança. Com o tempo, passei a me interessar por criação, o que me levou a trabalhar na área”. Aos 22 anos de idade, e no último semestre do curso, ela é artista 2D no Kinship Entertainment, estúdio independente com sede na Capital.

Mulheres no Jogo começa com a vinda ao Brasil das cinco alemãs selecionadas. As brasileiras embarcam para a Alemanha no final de abril. Elas terão duas semanas de convivência com o mercado de jogos de cada país, além de participar de workshops e outras atividades. “É uma oportunidade que permite meu aprimoramento pessoal e profissional. Além da imersão em outra cultura, poderei observar a atuação de profissionais de outro país e aprender com eles, conhecer como diferentes aspectos sociais podem influenciar o desenvolvimento de games”, diz Caroline.

O projeto tem apoio da Associação Brasileira das Desenvolvedoras de Jogos Eletrônicos (Abragames), fundação Stiftung Digitale Spielekultur e patrocínio do Ministério Alemão das Relações Exteriores.

Presença feminina

Fomentar a atuação das mulheres na indústria brasileira de games é uma das preocupações da Fatec São Caetano do Sul. Na sexta edição do Game Day, organizada pelos estudantes e pela coordenação do curso de Jogos Digitais, em outubro do ano passado, esse foi um dos temas de destaque. “As pessoas estão se conscientizando mais sobre a importância da diversidade e presença feminina na criação de jogos”, comemora Caroline. “Com incentivo, cada vez mais mulheres apresentam interesse pela área de desenvolvimento.”

No primeiro semestre de 2014, estudantes do sexo feminino representavam 12% da turma do curso. Neste início de 2018, a proporção subiu para 29%. “Quando comecei, era a única mulher da minha sala. Com o passar do tempo e a entrada de novas turmas, cada vez mais meninas buscam estudar jogos.”

Sobre o Centro Paula Souza – Autarquia do Governo do Estado de São Paulo vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, o Centro Paula Souza administra as Faculdades de Tecnologia (Fatecs) e as Escolas Técnicas (Etecs) estaduais, além das classes descentralizadas – unidades que funcionam com um ou mais cursos técnicos, sob a supervisão de uma Etec –, em aproximadamente 300 municípios paulistas. Nas Etecs, o número de matriculados nos Ensinos Médio, Técnico integrado ao Médio e no Ensino Técnico, para os setores Industrial, Agropecuário e de Serviços, ultrapassa 207 mil estudantes. As Fatecs atendem mais de 82 mil alunos nos cursos de graduação tecnológica.

Posts Relacionados

FAAP abre inscrições para 13 cursos de férias

Candidaturas abertas para estudar em universidades francesas

My Staff – Sempre aberta a temporada de vagas