Emoção e homenagens marcam evento comemorativo do Museu Mário Fava em Bariri SP

18 de setembro de 2019 Artes e Cultura
Emoção e homenagens marcam evento comemorativo do Museu Mário Fava em Bariri SP

Emoção e homenagens marcam evento comemorativo do Museu Mário Fava em Bariri-SP

A noite do último sábado, 31 de agosto, foi de festa no Museu Mário Fava. Convidados, entre eles autoridades, empresários e intelectuais prestigiaram o evento comemorativo que marcou de forma especial o primeiro ano de funcionamento da instituição e também a nova exposição “Mário Fava e a Carretera Panamericana”.

A coordenadora do projeto, Renata Prado, destaca que o evento foi criado com a proposta de compartilhar cultura e homenagear com gratidão pessoas importantes para a consolidação do Museu. “O Museu Mário Fava surgiu pela iniciativa de recuperar um prédio histórico, que abrigou a sociedade italiana, junto com a preservação da figura histórica de Mário Fava, um cidadão que colocou Bariri nos noticiários nacionais e internacionais”, considera.

Dentro do projeto educativo desenvolvido junto à Exposição, durante o mês de agosto, 834 estudantes – das redes pública e privada – conheceram a fundo a maior aventura por terra concluída pelo homem. Segundo Renata, a nova exposição conta a história de maneira ainda mais interativa e atrai público de todas as faixas etárias, com atenção especial às crianças e jovens do município. “É a juventude de Bariri conhecendo e se orgulhando de ser um cidadão baririense, como Mário Fava”, diz.

O curador do Museu, José Augusto Barboza Cava, o Cavinha, prestou uma homenagem ao patrono Aziz Chidid Neto. “Assim como Mário Fava, o Aziz acreditou que era possível e com muito esforço presenteou a nossa cidade com o Museu. É uma valiosa contribuição para a cultura, em especial à nossa juventude”, destaca.

Durante o evento, receberam homenagens especiais o patrono Aziz Chidid Neto, o curador Cavinha, a equipe do museu na figura da administradora Fabiane Rodrigues da Silva, a diretora de Educação e Cultura Ana Fabíola Camargo Fanton Rodrigues e a coordenadora pedagógica do município Valeria Videira Cócia.

Os convidados também conferiram um vídeo com registro das primeiras visitas à exposição “Mário Fava e a Carretera Panamericana”. Na sequência, foram convidados a prestigiar a nova exposição. “Foi uma noite de festa, alegria e emoção para selar o nosso compromisso com a preservação e disseminação desta fascinante história”, completa Cavinha.

Impressões

Os empresários Mariane Durante Fernandes e Rafael Fernandes afirmaram que ficaram surpresos positivamente com a história da expedição, e também com a organização e estrutura moderna do Museu. “Todos deveriam vir conhecer esta preciosidade que temos em nossa cidade”, diz Fernandes.

Para Denise Figueiras, diretora da Universidade Corporativa Memorial, a nova configuração do Museu representa um triunfo à educação. Considera que ficou mais bonito, aconchegante, atrativo e que vazios foram preenchidos. “Ficou excelente, em vários aspectos, principalmente para o jovem aprender bem o conceito do que é uma viagem e ter a noção do tempo que levou a expedição, que foram dez anos. Isto porque ele leva mais tempo para ver toda a exposição, o que contribui para compreender a sua temporalidade”, observa.

O prefeito Francisco Leoni Neto e a vice prefeita Maria Pia Bete Pio da Silva Nary destacam o ganho cultural que representa a parceria entre o Museu e a Diretoria da Educação. “Nossos alunos têm a oportunidade de conhecer esta história fantástica, este rico acervo, estamos muito satisfeitos e empenhados para contribuir no que for necessário, como manter contato com a Secretaria de Cultura do Estado”, sinaliza Neto.

Nova exposição

O programa educativo segue com uma série de visitas de escolas parceiras, entre elas as municipais Julieta Rago Foloni, Euclydes Moreira da Silva, Angela Prearo Fortunato e Rosa Benatti; as estaduais Idalina Vianna Ferro e Ephigênia Cardoso Machado Fortunato e as particulares Cooperativa Educacional de Bariri (Coeba) e Max Beny Macena.

Unidades de ensino interessadas em conhecer a exposição, de Bariri ou região – da rede pública ou privada – podem entrar em contato com a equipe do Museu para realizar o agendamento. A entidade oferece a entrada e o transporte gratuitos aos grupos de estudantes. Além disso, todos são contemplados com o Jogo das Américas, um jogo de tabuleiro com perguntas e respostas sobre esta aventura que uniu as Américas por estradas nunca antes experimentadas.

A exposição traz painéis com textos explicativos, objetos de época e recursos de áudio e vídeo com entrevistas sobre a fantástica expedição. Ela retrata de forma interativa a história da aventura que começou em 1928, durou 10 anos, e passou por 15 diferentes países. O ponto alto da visita é poder conhecer o Ford T 1918 utilizado na expedição e a estátua de Mario Fava em tamanho real.

A programação se estende até o mês de dezembro e a previsão é que 2,5 mil estudantes vivenciem a surpreendente história dos desbravadores Leônidas Borges de Oliveira, Franscisco Lopes da Cruz e o baririense Mário Fava.

O trio percorreu 28 mil quilômetros, percurso que deu origem à atual Carretera Panamericana. Os três jovens saíram do Brasil com destino aos EUA inspirados em um sonho: queriam provar que era possível unir as Américas por uma rodovia.

Serviço:

O Museu fica na rua Tiradentes, 410. Centro. Telefone: (14) 3662-1317

Horário de funcionamento: De segunda-feira a sábado das 9 às 17 horas


Copyright ©2018. Todos os direitos reservados.