EXPOCANNABIS URUGUAY 2019 – Consultas especializadas em cannabis medicinal

18 de setembro de 2019 Divulgação
EXPOCANNABIS URUGUAY 2019 – Consultas especializadas em cannabis medicinal

Expocannabis Uruguay oferece Consultórios de Orientação em Cannabis Medicinal

Oficinas e consultas sobre a cannabis medicinal estarão disponíveis na Expocannabis Uruguay 2019

 À medida em que avançam as pesquisas relacionadas ao uso dos princípios ativos da Cannabis, percebe-se resultados positivos para uma série de doenças. A maioria delas têm como característica a utilização de outros medicamentos que não atingem resultados satisfatórios para garantir qualidade de vida ao paciente. Segundo estudo realizado em pacientes do NATE – Núcleo Avançado de Tratamento das Epilepsias do Hospital Felício Rocho – esse é o caso de 20% das pessoas que sofrem de epilepsia, em que recebem prescrição de alta quantidade de fármacos, porém não resultam no efeito adequado para diminuição das crises.

Nesses casos, os efeitos da maconha medicinal têm apresentado resultados positivos. Tão promissores, que a demanda por esse medicamento acaba causando enorme pressão em governos de todo o mundo para a liberação do uso da cannabis medicinal.

A Expocannabis 2019 disponibilizará oficinas e consultórios com médicos especialistas em cannabis medicinal para o público, com informações tanto em grupo quanto atendimento individualizado nos consultórios. O objetivo é sanar dúvidas e informar o público, sem custo adicional ao dos ingressos da feira.

Na edição 2018 da Expocannabis foram realizadas mais de 170 consultas durante os três dias da feira, sendo 40% dos pacientes uruguaios e o restante estrangeiros, em sua maioria brasileiros. O número de consultórios passou de dois, nos primeiros anos, para três na última edição, em decorrência do aumento da demanda por consultas. São quatro médicos disponíveis, 3 em atendimento ao público e um coordenando. A busca por informações sobre a maconha medicinal pelo público tinha origem em várias enfermidades, porém as queixas recorrentes eram sobre processos de dor, dor crônica, doenças neurológicas como Alzheimer e Parkinson, além de pacientes oncológicos.

As principais doenças que vem sendo objeto de pesquisas relacionadas aos efeitos do canabidiol e outros princípios ativos da cannabis medicinal englobam áreas de imunologia, neurologia, psiquiatria e oncologia, dentre elas: câncer, fibromialgia, epilepsia, psoríase, transtornos como ansiedade e depressão, dermatites, artrites crônicas, autismo, Parkinson, Alzheimer, esclerose múltipla.

Esse setor está em ascensão e, segundo relatório do Banco de Montreal, poderá movimentar 194 bilhões até 2026. Atualmente conta com 40 países que já liberaram o uso da cannabis medicinal e a previsão é que em 5 anos esse número possa chegar a 60Segundo dados divulgados pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), já são mais de 800 os médicos que prescrevem a maconha medicinal no Brasil alcançando aproximadamente 5 mil pacientes, ainda que a liberação ocorra apenas por análise caso a caso, de forma excepcional pela agência.

A demanda pela utilização do medicamento cresce a cada dia, ao todo são 6.530 pacientes cadastrados para a importação do canabidiol desde 2017 e a expectativa é que esse número aumente até o final de 2019, podendo chegar a 3,4 milhões de pacientes nos três anos após a liberação da venda legal no país, caso venha a ocorrer.

SERVIÇOS EXPOCANNABIS 2019

Onde: Centro de eventos Latu – Montevideo – Uruguay

Quando: 6, 7 e 8 de dezembro de 2019

Ingressos e mais informações: http://br.expocannabis.uy/


Copyright ©2018. Todos os direitos reservados.