Fun Music 2017 abre inscrições para a 10ª edição do maior festival de música universitária do País

Em edição de comemoração, taxa de inscrição será de R$10

A partir do dia 2 de junho, compositores universitários de todo o País poderão inscrever suas músicas no Fun Music, o maior festival de música universitária do Brasil. A 10ª edição do evento passará por 12 cidades e contará com nove etapas classificatórias, duas semifinais e a finalíssima, que serão realizadas entre os meses de agosto e dezembro. Como nas últimas edições, renomados nomes da música brasileira, comandados por Juca Novaes, irão julgar os concorrentes. Fazem parte da banca Sonekka, Carlos Rennó e Tavito. E a grande novidade para os 10 anos é a presença de Sabrina Parlatore, a primeira mulher a compor o grupo de jurados e que chega para suprir a vaga de Kid Vinil.

Inspirado nos grandes festivais dos anos 60, 70 e 80, o Fun Music – Festival Universitário de Música foi idealizado por Luciano Samarco, CEO da Agência Trunfo. O festival tem como principal objetivo promover a criatividade musical e ser uma plataforma de expressão para que o jovem possa exibir todo o seu potencial por meio das composições. “O intuito é promover a interação social nas cidades sede. Além disso, incentivamos as inscrições locais e geramos expectativa com relação aos grandes shows de cada etapa. Há dez anos apresentamos novos talentos e proporcionamos muita diversão em diferentes estados brasileiros, estimulando jovens a mostrarem seu estilo, ritmo e musicalidade”, relata Luciano Samarco.

O idealizador também explica que o Fun Music é um evento de música inédita, pois o intuito do festival é valorizar as canções brasileiras e revelar novos talentos para o mercado profissional. Ou seja, abrir um canal de expressão e oportunidade para milhares de compositores, já que a banda pode acabar um dia, mas a música permanece eterna. A cada edição, o festival recebe mais adesões. Para este ano são esperadas mais de 300 músicas inscritas e um público estimado de 100 mil espectadores.

As inscrições e o upload das músicas deverão ser feitos na Internet por meio dos sites www.funmusic.com.br ou www.festivaluniversitario.com.br até o dia 15 de julho. Para participar é preciso que pelo menos 1 integrante esteja  matriculado em uma Universidade. As composições inscritas, todas em português, poderão ser apresentadas, a critério dos autores, por intérpretes solo ou em grupos com no máximo oito componentes, sendo que pelo menos um deles deve ser estudante do Ensino Superior. Cada compositor-autor poderá realizar uma inscrição, que dará o direito a concorrer com até duas obras na seleção do júri. Em comemoração aos dez anos do festival, a taxa de inscrição será de R$ 10.

O público também vai poder escolher e votar nas músicas que mais gostou de ouvir no site oficial do festival. Outra novidade é que três canções, mesmo que eliminadas nas classificatórias, poderão voltar à disputa. “O Fun Music é e sempre será uma disputa justa. Pensando nisso e escutando a opinião dos jurados resolvemos abrir a repescagem“, explica o executivo da Agência Trunfo.

As etapas vão percorrer em diversas cidades dos estados de SP, RJ, PR e MG. Vale lembrar que não é preciso morar na cidade para concorrer. Os autores das três melhores músicas selecionadas na final vão ganhar, respectivamente, prêmios de R$ 20 mil, R$ 12 mil e R$ 8 mil. O Fun Music conta com incentivo fiscal aos patrocinadores por meio da Lei Rouanet (federal) e Proac (estadual).

Sobre os jurados:

Sabrina Parlatore

Modelo, cantora e apresentadora, Sabrina começou a carreira aos 16 anos como modelo e é a primeira mulher a compor a banca de jurados do Fun Music. Em 1995, foi convidada para fazer um teste na MTV Brasil e foi aprovada para apresentar o Non Stop. Daí em diante, ainda na emissora, apresentou o Disk MTV, Resposta MTV, Suor MTV e Luau MTV. Em 2000, mudou para a TV Bandeirantes para comandar os programas Território Livre, Super Positivo, Deu Praia e Clipmania. Em 2005 foi para a TV Cultura, como apresentadora do programa Vitrine ao lado de Rodrigo Rodrigues. Em 2011, Sabrina assinou contrato com o canal Glitz* e passou a apresentar o “Update”. Entre 2011 e 2014 apresentou também o red carpet do Oscar para o canal TNT. Neste mesmo ano, estreou como cantora, tendo feito aproximadamente 40 shows da turnê “De Gershwin a Tom Jobim”, cantando standards do jazz, da bossa nova e da MPB.

Juca Novaes

Cantor. Compositor. Produtor musical. Revelou artistas como Lenine, Chico César, Zeca Baleiro, Jorge Vercilo, Celso Viáfora, Moacyr Luz, Rafael Altério, Rita Ribeiro e Virginia Rosa. É o criador do projeto Trovadores Urbanos e Diretor do ABRAMUS, Associação Brasileira dos Músicos.

Carlos Rennó

Carlos Rennó é letrista, produtor e jornalista. Tem músicas com Lenine, Gilberto Gil, Tom Zé, João Bosco, Chico César, Rita Lee e Arnaldo Antunes, entre outros. Colabora com alguns grandes jornais e revistas brasileiros, como a “Folha de S.Paulo”, escrevendo sobre música. Assina a série de sites “Os Inventores da Música Brasileira”, no portal UOL.

 

Sonekka

Sonekka é dos mais importantes compositores da música independente paulistana, tem cerca de 900 músicas compostas nos mais diversos estilos. Entre seus inúmeros parceiros, figuram artistas como Zé Rodrix, Paulinho Tapajós e letristas como Zé Edu Camargo e Alexandre Lemos.  Atualmente dirige o Clube Caiubi de Compositores com mais de 4000 membros no Brasil e no exterior e gerencia o Portal da Revista Exame, onde também escreve sobre tecnologia.

Tavito

Tavito é o nome artístico de Luís Otávio de Melo Carvalho, músico e compositor brasileiro. Ele ganhou seu primeiro violão aos 13 anos. Autodidata, começou a participar de serenatas e festas. Foi companheiro de geração de Milton Nascimento e de outros músicos mineiros, como Toninho Horta, Tavinho Moura e Nelson Angelo. Em 1965 conheceu Vinícius de Morais, que apreciou o estilo de Tavito e o convidou a participar das apresentações na capital mineira. Mais tarde, participou do conjunto Som Imaginário e no final da década de 1970 seguiu carreira solo. Produziu discos de alguns artistas  como Marcos Valle, Renato Teixeira, Selma Reis e Sá & Guarabyra.

SERVIÇO:

Inscrições: de 2 de junho a 15 de julho pelo portal www.funmusic.com.br e www.festivaluniversitario.com.br

Quem pode participar: Compositores que estejam matriculados em qualquer curso universitário durante o ano de 2017. Em caso de grupos, pelo menos um integrante deve ser universitário e estar devidamente matriculado.

Modalidades: Música de todos os gêneros. Só serão aceitas letras em português.

Taxa de Inscrição: R$ 10 para duas obras.

Fases: Audição das músicas inscritas e triagem 2ª quinzena de julho. Banca irá selecionar 45 obras. Publicação das obras selecionadas e locais das apresentações início da 1ª quinzena de agosto;

Eliminatórias: A partir da segunda quinzena de agosto. Os eventos serão realizados em nove cidades, onde acontecerão as apresentações das obras inscritas para a avaliação da comissão julgadora.

Semifinais: novembro. As nove obras selecionadas irão se apresentar juntamente com três escolhidas na repescagem em duas semifinais. Etapa também avaliada pela banca examinadora que irá escolher quatro canções para a final.

Final: a música escolhida pela votação popular irá se juntar as quatro já classificadas. Das cinco, apenas três serão premiadas no início de dezembro.

* A agenda poderá sofrer alteração segundo critérios da organização do evento sem prévio aviso, com novas datas postadas no site do festival.

Posts Relacionados

‘Curral Grande’, sobre campos de concentração no Ceará, volta ao Rio a partir de 4 de outubro

Últimas Semanas – Espetáculo “Hortance, A Velha” com Grace Gianoukas

ARTESANATO – MOISÉS MOREIRA