‘Luiz e Nazinha – Luiz Gonzaga para crianças’: sábado e domingo na Cidade das Artes

O projeto ‘Férias Musicais do Grandes Músicos Pequenos’ apresenta, pela primeira na Barra os espetáculos ‘Bituca – Milton Nascimento para crianças’, ‘Luiz e Nazinha – Luiz Gonzaga para crianças’ e ‘O Menino das Marchinhas – Braguinha para crianças’

 

Vistos por mais de 150 mil pessoas, os três musicais infantis estarão em cartaz na Cidade das Artes em curta temporada: 20 e 21/01 (Bituca), 27 e 28/01 (Luiz

e Nazinha) e 03 e 04/02 (O Menino das Marchinhas). Mais recente espetáculo do projeto, ‘Bituca’ celebra sete indicações ao prêmio CBTIJ de Teatro para Crianças

Criado com o objetivo de homenagear e preservar a memória de grandes nomes da música popular brasileira, o premiado projeto ‘Grandes Músicos para Pequenos’ está de férias. O que felizmente não significa interrupção das atividades, e sim uma temporada especial que reúne os três musicais infantis idealizados pela produtora Entre Entretenimento. As Férias Musicais dos Grandes Músicos para Pequenosapresenta, pela primeira vez na Barra, os espetáculos ‘Bituca – Milton Nascimento para crianças’, (20 e 21/01), ‘Luiz e Nazinha – Luiz Gonzaga para crianças’ (27 e 28/01) e ‘O Menino das Marchinhas – Braguinha para crianças’ (03 e 04/02), que serão apresentados na Cidade das Artes em três fins de semana. Mais recente montagem do projeto, ‘Bituca’ celebra sete indicações ao prêmio CBTIJ de Teatro para Crianças.

“É uma oportunidade de as famílias que estão passando as férias no Rio assistirem a um espetáculo que agrada tanto às crianças quanto aos adultos. A ideia é apresentar o legado de uma cultura quase esquecida para as novas gerações, com um conteúdo atraente para todas as idades”, ressalta o diretor do projeto, Diego Morais. “E, como chegamos à Barra da Tijuca pela primeira vez, é também a chance de reunir aqueles espectadores que não conseguiram se deslocar a outros pontos da cidade para assistir aos espetáculos”.

Bituca – Milton Nascimento para crianças – Com direção de Diego Morais, texto de Pedro Henrique Lopes e direção musical de Guilherme Borges, o musical se inspira na vida e na obra de Milton Nascimento para expor em cena a ternura e os desafios inerentes ao processo de adoção e as dificuldades de inserção de uma criança negra em um ambiente majoritariamente branco. Os atores Udylê Procópio (Milton), Martina Blink (Mãe), Aline Carrocino (Maricota), Anna Paula Black (Mãe Maria), Marina Mota (Professora) e Pedro Henrique Lopes (Salomão) contam a história do pequeno Milton que, ao ficar órfão aos 2 anos de idade, é adotado pelos patrões de sua avó. Chegando a Minas Gerais, o menino precisa lidar com o preconceito da sociedade por seu negro e ter pais brancos. Na trilha sonora, sucessos como “Coração de estudante”, “Travessia” e “Canção da América”. A peça foi indicada pelo Prêmio CBTIJ nas categorias Melhor Espetáculo, Texto Original (Pedro Henrique Lopes), Ator em Papel Protagonista (Udylê Procópio), Atriz Coadjuvante (Aline Carrocino e Martina Blink), Direção Musical (Guilherme Borges) e Direção de Produção (Entre Entretenimento).

Luiz e Nazinha – Luiz Gonzaga para crianças – A primeira peça do projeto, com texto de Pedro Henrique Lopes e direção de Diego Morais, conta passagens da infância de Luiz Gonzaga, o Rei do Baião, no interior do Nordeste, com destaque para a descoberta do amor, quando o jovem Luizinho (Pedro Henrique Lopes) se apaixona por Nazarena (Aline Carrocino), filha de um coronel que não permite o namoro deles. O resultado é uma fábula de amor inocente, voltada para toda a família, embalada por grandes sucessos do músico, como “Asa Branca”, “Que Nem Jiló”, “Baião”, “O Xote das Meninas”, “Olha Pro Céu”, entre outros.

‘O Menino das Marchinhas – Braguinha para crianças’ – Baseado em passagens da juventude do compositor Braguinha (ou João de Barro), o espetáculo, com texto de Pedro Henrique Lopes e direção de Diego Morais, conta a história de Carlinhos, um garoto que ouvia música em todo lugar por onde passava. A avó dele, pianista clássica, sempre estimulava a musicalidade do menino, mas o pai era contra. Carlinhos se junta a alguns amigos de escola e começa a criar belas canções de Carnaval. Ao ouvir as músicas compostas pelo filho, Seu Jerônimo se enche de orgulho do menino que se tornou um grande músico. A peça, que transporta o público aos divertidos carnavais de rua da década de 20 ao som de sucessos como “Balancê”, “Cantores do Rádio”, “Pirulito que bate bate”, “Carinhoso” e “Chiquita Bacana”, foi vencedora em três categorias na edição passada do CBTIJ: Melhor Atriz em Papel Coadjuvante (Martina Blink), Direção de Produção (Entre Entretenimento) e Prêmio Especial pela qualidade do projeto (Diego Morais e Pedro Henrique Lopes).

Serviços:

 

27 e 28/01

Luiz e Nazinha – Luiz Gonzaga para Crianças. Musical Infantil. De Pedro Henrique Lopes. Dir. Diego Morais. Dir. Musical Guilherme Borges. Com Pedro Henrique Lopes, Aline Carrocino, Martina Blink e Sergio Somene. Conta a infância de Luiz Gonzaga no interior nordestino e a descoberta do amor, quando o jovem Luizinho se apaixona por Nazarena, filha de um coronel que não permite o namoro entre eles. (55 min) Cidade das Artes / Sala Grande, Av. das Américas, 5.300 – Barra da Tijuca. Telefone: 3328-5300. Sáb. e Dom., às 17h. R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia). Livre. Capacidade: 1.200 pessoas.

03 e 04/02

O Menino das Marchinhas – Braguinha para Crianças. Musical Infantil. De Pedro Henrique Lopes. Dir. Diego Morais. Dir. Musical Cláudia Elizeu. Com Pedro Henrique Lopes, Martina Blink, Augusto Volcato, Rodrigo Morura e Beto Vandesteen. Baseado em trechos reais da infância e juventude do compositor Braguinha (também conhecido como João de Barro), o espetáculo utiliza os grandes sucessos do compositor para, em forma de fábula, transportar os espectadores para a vida do músico e os divertidíssimos carnavais de rua do Rio de Janeiro de 1920. (55 min). Cidade das Artes / Sala Grande, Av. das Américas, 5.300 – Barra da Tijuca. Telefone: 3328-5300. Sáb. e Dom., às 17h. R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia). Livre. Capacidade: 1.200 pessoas.

Posts Relacionados

ENSAIOS PERVERSOS-conversa, espetáculos e dance floor

Exposição gratuita retrata a cultura underground de São Paulo

Ari Borger Trio mistura jazz, rock e blues em novo disco