“O Príncipe que não Sabia de Nada” reestreia em São Paulo neste dia 24 de março, no Teatro Gil Vicente

Com assinatura do dramaturgo, ator e apresentador da TV Cultura, Atílio Bari, o musical infantil aborda a importância da leitura, das diferenças, do respeito ao próximo e do amor.

A Amadododito Cia Teatral reestreia neste dia 24 de março, no Teatro Gil Vicente, o musical infantil “O Príncipe que Não Sabia de Nada”. A montagem, que realiza sua quinta temporada de sucesso, aborda de forma poética temas presentes no cotidiano das crianças como as diferentes classes sociais, o preconceito e a educação.

Sinopse:

A história narra à vida em um reino fictício, onde o Rei, prestes a ganhar um herdeiro encontra-se com um mago que prevê que o pequeno príncipe nunca saberá ler. O Rei, desesperado pela vergonha que o filho pode lhe causar, resolve expulsa-lo do reino e entrega o bebê a um velho sapateiro mudo, que não possui qualquer nobreza.

Arrependido e desiludido, o Rei resolve não tomar mais banho, e como conseqüência, todo o povo do reino passa a viver na sujeira.

A Rainha por sua vez, também sente se culpada e passa a ter crises de riso incontroláveis, tudo para suprimir a dor de ter no passado entregue seu filho a um estranho. Com a tristeza imperando, o reino entra em crise por longos anos.

Com o passar do tempo e com o auxilio da leitura, o Príncipe se torna um dos homens mais sábios e inteligentes e sai em busca de um valioso tesouro. O que acontece nessa caçada é a grande mensagem de “O Príncipe que não sabia de nada”.

Narrada por uma dupla inusitada e divertida: um galo e uma galinha, ambos se  preocupam mais em brilhar do que em contar a história.

O espetáculo dedicado a toda família realiza a função que a arte e o teatro exercem, divertir e refletir. Entrando em sua quinta temporada, o musical já foi visto por quase 3 mil pessoas.

Ficha Técnica

Texto – Atilio Bari

Direção – Alan Pires

Assist. direção – Priscilla Ribeiro

Elenco – Isaias Ferreira, Angélica Casselli, Paulinha Vezani, Wesley Vieira, Roberta Freitas, Fabrício Tintiliano, Tiago Gallodino, Renato Golla, Faby Veras, Cissa Lourenço, Israel Benetti, Thiago Gonçalves, Vinicius Oliveira, Fabiana Nunes, Gustavo Alvarenga, Francisco Souza, Lais Castro, Oliver Jô, Patrique Novais, Karina Faustino, Sil SantAnna, Lais Eloys, Pedro Duran, Danilo Lopes e Daniel Bueno.

Serviço

“O Príncipe que não sabia de nada”

Gênero – Infantil

Teatro Gil Vicente

Av. Rudge, 315 – Barra Funda (dentro da Faculdade Impacta)

Whatsapp: (11) 985054224 / www.facebook.com/AmadododitoCiaTeatral

Sessões : Sábados às 16h / Domingos às 15h

Estreia 24 de março – temporada até 12 de maio

Capacidade : 99 lugares/ Faixa etária – Livre

Duração – 55 minutos

Ingressos: R$ 40,00 (inteira) / R$ 20,00 (meia-entrada)

Bilheteria uma hora antes do espetáculo / Estacionamento no local / Ar condicionado / Acesso para deficientes / Aceita cartões e cheque / Cafeteria

Sobre a Amadododito Cia. Teatral: 

A Amadododito Cia. Teatral integra diferentes influências artísticas para proporcionar cultura, alegria, reflexão e desenvolvimento pessoal para milhares de pessoas apaixonadas pelo teatro que têm sido atraídas para a platéia. É formada por 60 atores, entre profissionais e amadores. Ao longo dos seus 25Oficinas Amadododito  anos de experiência, mais de 17 mil espectadores assistiram aos 19 espetáculos montados pela Companhia. Nessa trajetória de sucesso destaca-se as montagens, “A Comédia do Coração” (Indicado a melhor produção pelo Festival de Teatro Cidade de São Paulo) e as premiadas, “Indignados” (Prêmio Festival de Teatro da Cidade de São Paulo, melhor ator para Moacir Izidoro. Indicação melhor espetáculo, melhor figurino e melhor ator para Vini Moraes), “S-Antas” (Prêmios Aplauso Brasil – Melhor espetáculo de grupo, melhor elenco e melhor diretor. Indicado, melhor cenário e melhor atriz para Marília Grampa e Priscilla Ribeiro no Prêmio Festival de Teatro da Cidade de São Paulo) e “Um Homem sem Importância” (Guia Gay São Paulo – Melhor Espetáculo de 2017). Além disso, a Cia. já introduziu mais de 1500 pessoas as técnicas de atuação e conhecimentos sobre dramatização.

Posts Relacionados

Edital para novos projetos no Espaço Cultural Porto Seguro

Benito Di Paula apresenta turnê “Fim de Papo”, no Teatro Bradesco SP

O Som e a Sílaba estreia nova e curta temporada em São Paulo, no Teatro Opus