Resiliência é o segredo do sucesso

8 de julho de 2019 Atualidades
Resiliência é o segredo do sucesso

Resiliência é o segredo do sucesso

Psicóloga especialista em Prosperidade, Fernanda Tochetto afirma que resiliência deve ser vivida em dois níveis: físico e psicológico

Pense no conceito Jornada do Herói, que serve como linha mestra para tantas histórias de livros e filmes produzidos atualmente. O protagonista se propõe um objetivo ou este objetivo se impõe a ele. Por exemplo, salvar sua namorada das garras do vilão. O herói se enche de coragem e se lança à missão, confiante de que obterá êxito. Mas, de modo geral, as coisas não saem exatamente tal qual o planejado e diversos empecilhos aparecem no caminho do protagonista, como uma luta travada com o vilão em que o herói acaba derrotado e humilhado. Se a história terminasse nesse ponto o público fatalmente sairia frustrado das salas de cinema ou nunca mais leria um livro do autor. O certo é que ela nunca termina assim. Após um período de reflexão, o protagonista busca novas forças e parte mais uma vez para o embate com o vilão, saindo, agora, vitorioso.

Esse momento entre a queda e a volta por cima, a adaptação ao novo, é o que se denomina resiliência em diversos campos de conhecimento, tais como psicologia, administração e física. Ser resiliente vai muito além de aceitar as coisas que nos acontecem de bom grado. É aceita-las e reconhecer que, independente do ocorrido, sempre serão oportunas para um novo aprendizado. De acordo com a psicóloga especialista em Prosperidade, Fernanda Tochetto, a resiliência marca a diferença na busca por resultados extraordinários. “As quedas existem e fazem parte do sucesso, da realização e do crescimento, mas é preciso aprender a levantar-se rapidamente.”, afirma.

Segundo Tochetto, a resiliência deve ser vivida em dois níveis: psicológico e físico. “Ser resiliente de forma psicológica significa conseguir extrair um aprendizado do que aconteceu e não se colocar na posição de vítima.”, explica. Para a psicóloga especialista em Prosperidade, é fundamental investir nessa capacidade de olhar para a adversidade e transformá-la em triunfo. “Algumas experiências são realmente necessárias para conseguir dar o próximo passo, perceber o que realmente está acontecendo e fazer ainda melhor,”, diz.

A resiliência psicológica por sua vez advém do autoconhecimento. “Conhecer-se cada vez mais; reconhecer a forma como se comporta e reage em determinadas situações é essencial para conseguir controlar as emoções, sejam elas positivas ou negativas, sejam elas medo, tristeza, felicidade ou alegria.”, comenta Tochetto. O autocontrole faz com que as pessoas enfrentem os acontecimentos com maturidade e integridade, quesitos fundamentais para a obtenção de resultados satisfatórios. “No ambiente, interagindo com pessoas, preste atenção no controle emocional, no equilíbrio entre razão e emoção. Ambas precisam uma da outra para que haja desenvolvimento pessoal e profissional”, afirma.

O complemento (e a condição) da resiliência psicológica é a resiliência física. De acordo com a psicóloga especialista em Prosperidade, é decisivo cuidar da saúde para se obter força mental a fim de superar obstáculos e atingir as metas propostas. Uma boa saúde é composta por diversos aspectos, tais como o sono. Todos os especialistas em saúde nos estimulam a ter boas horas de sono. Em média oito horas por dia. Elas fazem a diferença na sua produtividade, na sua entrega, no seu bom humor, no dia seguinte. O que é muito importante.”, destaca.

Outro aspecto relevante é o que você come. “Desde a hora que você acorda até a hora que vai dormir, preste atenção na sua alimentação, pois ela impacta bastante a sua vida. Nós somos como uma máquina que é movida por um combustível, que são os nossos alimentos”, afirma Tochetto.

Exercícios físicos também são essenciais para a manutenção de uma boa saúde. A psicóloga especialista em Prosperidade salienta que é do movimento que se faz o movimento. “As pessoas precisam se exercitar, sair de sua zona de conforto, precisam da adrenalina e da emoção que o exercício físico traz para a vida”, diz Tochetto, enfatizando que movimentar-se não contribui apenas para a saúde física como traz inspiração e criatividade.

Manter-se saudável é ainda divertir-se, praticar o lazer, ou seja, reservar algumas horas do dia, da semana, do mês, para fazer aquilo que gosta e dá prazer. “O corpo necessita de paradas. São elas que proporcionam um distanciamento da rotina intensa e uma maior conexão consigo mesmo, auxiliando a recarregar as energias para, posteriormente, voltar a fazer o que precisa ser feito”, destaca.

A psicóloga especialista em Prosperidade assegura que as pessoas que dão continuidade em suas tarefas, obtendo resultados diferenciados, são aquelas que cuidam, sim, da sua saúde e também de suas emoções. “Tenha consciência do quanto é necessário investir na resiliência psicológica e física para alcançar suas metas e objetivos”, conclui.

Copyright ©2018. Todos os direitos reservados.