Thiago Braz volta a competir no Brasil após o ouro olímpico no Rio

Campeão dos Jogos 2016 é atração do GP Brasil Caixa de Atletismo neste sábado, em São Bernardo

Medalha de ouro no salto com vara da Olimpíada do Rio 2016, Thiago Braz da Silva é uma das atrações do GP Brasil Caixa de Atletismo, que será disputado neste sábado (dia 3), a partir das 13:45, na Arena Caixa, em São Bernardo do Campo, no ABC paulista. Esta será a primeira vez que o paulista, de 23 anos, compete no País, após a façanha obtida no Engenhão, com direito a recorde olímpico ao saltar 6,03 m.

“Estou muito feliz por voltar e por participar do GP Brasil, um evento muito importante para a divulgação do esporte”, disse Thiago, em entrevista coletiva realizada na manhã desta sexta-feira (2), no Blue Tree Towers, em Santo André, hotel oficial da competição. “Tenho recebido muito carinho dos fãs por todos os lugares em que tenho estado, mas em São Bernardo tenho certeza de que será bem especial”, prosseguiu.

Depois de bons resultados em pista coberta, Thiago participou de dois torneios em estádio, válidos pela Liga Diamante, o mais importante circuito de meetings da IAAF. Terminou em quarto lugar em Xangai, na China, com 5,60 m, e não marcou em Eugene, nos Estados Unidos.

“A gente já esperava essas dificuldades depois da Olimpíada. Foram três anos de muito treinamento para o Rio. Agora, estou tendo altos e baixos, mas espero boa marca em São Bernardo. Alguma coisa perto de 5,80 m”, lembrou. “O objetivo para 2017 é brigar por um lugar no pódio no Mundial de Londres, em agosto”, contou.

O ucraniano Vitaly Petrov, que orienta Thiago Braz na Itália, disse que o atleta está iniciando um novo ciclo olímpico. “Este é um ano difícil, de muitas mudanças em sua vida. Ele é um grande atleta, mas não é máquina. Sempre digo que não é difícil vencer. O difícil e manter-se em alto nível e por isso temos de tomar todos os cuidados”, comentou o treinador, responsável pela carreira de dois mitos do salto com vara: Sergey Bubka e Yelena Isinbayeva.

Lançamento do martelo – Outra grande atração do evento será a polonesa Anita Wlodarczyk, bicampeã olímpica, bicampeã mundial, recordista mundial e líder do Ranking de 2017 do lançamento do martelo. Anita chegou no fim da madrugada desta sexta-feira ao Aeroporto Internacional de Guarulhos e seguiu direto para Santo André, onde descansou.

A prova estará bem competitiva e contará com três fortes atletas norte-americanas: Gwen Berry, a número dois de 2017, Amanda Bingson e Amber Campbell, sexta colocada nos Jogos do Rio 2016.

O GP Brasil Caixa, válido pela IAAF World Challenge, terá a disputa de 15 provas, reunindo 120 atletas de 27 países. Entre os brasileiros, os destaques são os que já estão qualificados para o Mundial de Londres: Darlan Romani (arremesso do peso), Talles da Silva (salto em altura), Geisa Coutinho (400 m) e Geisa Arcanjo (arremesso do peso), além de Thiago Braz.

PROGRAMA HORÁRIO
13:45 – Cerimônia de Abertura
14:00 – Salto com Vara – Masculino
14:15 – Lançamento do Martelo – Feminino
14:20 – Salto em Distância – Feminino
14:30 – 100 m com barreiras – Feminino
14:40 – Arremesso do Peso – Feminino
14:45 – Salto em Altura – Masculino
14:50 – 400 m – Feminino
15:10 – 800 m – Masculino
15:30 – 1.500 m – Feminino
15:35 – Lançamento do Dardo – Masculino
15:40 – Salto Triplo – Masculino
15:50 – 3.000 m com obstáculos – Masculino
15:55 – Arremesso do Peso – Masculino
16:20 – 200 m – Feminino
16:30 – 100 m – Masculino

Mais informações no hot site do evento pelo endereço:

http://www.cbat.org.br/competicoes/gp_brasil/2017/default.asp

O GP Brasil faz parte do IAAF World Challenge da IAAF e integra o Programa Caixa de Competições da CBAt, organizadora do torneio, que tem o patrocínio da CAIXA e apoio da Prefeitura de São Bernardo do Campo.

Posts Relacionados

Favoritos avançam no Brasileirão de Tênis 2017

Thomaz Bem Hur é o novo reforço para o meio de campo do José Bonifácio

Jovem atleta brasileira é a nova revelação e promessa do karatê para as Olimpíadas