Thomaz Bem Hur é o novo reforço para o meio de campo do José Bonifácio

Novo reforço para o meio de campo do José Bonifácio exalta: “trago comigo a garra que tenho desde a infância”

O jovem tem passagens pelo futebol Paulista e Chileno, e é aguardado pelos companheiros da Serpente do Vale 


Das ondas do mar para os gramados de um campo de futebol. Thomas Bem-Hur, meia atacante de 21 anos, nascido em Ubatuba, litoral norte de São Paulo, tem seu nome regularizado no BID e é o mais novo reforço do José Bonifácio para a segunda fase do Campeonato Paulista da 2ª Divisão.

“Fui muito acolhido pelo grupo aqui no José Bonifácio, feliz em ter mais uma oportunidade para mostrar meu futebol e crescer profissionalmente. A torcida pode esperar muita vontade e empenho de mim e todos os jogadores”, Thomas comenta sobre sua chegada ao time.

Menino de uma infância marcada pela raiva que carregava consigo, por não aceitar a separação dos pais, via o futebol como a única forma para esquecer os problemas vivenciados na família e se sentir feliz. Praticou o esporte desde os cinco anos e com 15 teve sua primeira experiência em um clube.

“Recebi um convite para fazer um teste no São José para disputar o Campeonato Paulista sub-15, passei pelo teste e lá fiquei por dois anos até ir para o Taubaté jogar no sub-17. Foram importantes escolas na minha vida e como tive uma infância bastante conturbada, era treinando e competindo que eu conseguia esquecer os problemas”, lembra o quanto o futebol o ajudou na infância.

Depois de passar pelo São José e Taubaté, Thomas seguiu para o Ferroviária para jogar no sub-20 e logo na sequência foi atuar no Audax Italiano, clube Chileno em que jogou pelo sub-19 e teve seu primeiro contrato profissional.

“O futebol Chileno me ensinou tanta coisa, inclusive a ser mais técnico, a tomar melhores decisões e não ser tão fominha (risos), hoje, meu futebol tem muita qualidade, graças ao que vivenciei no Audax”, o meia recorda e elogia sua passagem pelo futebol chileno.

De volta ao Brasil e já disponível para o professor Michel, do José Bonifácio, Thomas destaca que quer dar continuidade ao momento histórico que o clube está vivendo e poder ajudar a leva-lo mais longe.

“É muito legal você chegar em um grupo unido e com vontade de vencer como esse aqui, trago comigo minha vontade de ajudar e a garra que tenho desde a infância. O José Bonifácio vive um momento muito importante e eu quero fazer parte disso tudo”, comenta o jogador e finaliza dizendo que não vê a hora de amarrar as chuteiras e entrar em campo com o pé direito.

Posts Relacionados

Favoritos avançam no Brasileirão de Tênis 2017

Jovem atleta brasileira é a nova revelação e promessa do karatê para as Olimpíadas

Thiago Braz volta a competir no Brasil após o ouro olímpico no Rio