Universo das novelas é tema do espetáculo: O que terá acontecido a Nayara Glória

Comédia escrita por Vitor de Oliveira com colaboração de Carlos Fernando Barros e Fellipe Carauta tem direção de Edgar Benitez e conta com participações especiais em vídeo de Aguinaldo Silva, Betty Faria, Kadu Moliterno e Thalita Carauta

O que Tieta, Gabriela, Escrava Isaura e Viúva Porcina têm em comum? A comédia

O QUE TERÁ ACONTECIDO A NAYARA GLORIA?, uma grande homenagem ao louco e maravilhoso mundo da televisão e suas emblemáticas obras e personagens, irá desvendar esse mistério. A montagem, que estreia dia 5 de outubro, quarta-feira, às 19 horas, no Teatro União Cultural, discute a fama e também o seu fim, pontuada por grandes sucessos da teledramaturgia brasileira.

O texto de Vitor de Oliveira escrito com Carlos Fernando Barros e Fellipe Carauta tem direção de Edgar Benitez e traz no elenco as atrizes Maria Rocha e Joice Tavares. Vitor de Oliveira foi um dos roteiristas da novela O Astro (2011), e colaborador da novela I Love Paraísopolis (2015), ambas da Rede Globo. O escritor também é o criador do blog Eu Prefiro Melão (frase antológica de Lima Duarte na novela Meu Bem, Meu Mal) pioneiro ao publicar conteúdo próprio voltado para teledramaturgia e que acabou virando livro, publicado pela Editora Navilouca.

Em O QUE TERÁ ACONTECIDO A NAYARA GLORIA? Nayara Gloria (Maria Rocha) é uma estrela do passado que ganhou alguma notoriedade protagonizando pornochanchadas e fazendo pontas em algumas poucas novelas. Décadas depois, com o desejo de retornar ao estrelato, ela aceita participar do programa de auditório de Luli Fuentes (Joice Tavares), a apresentadora do momento, ex-modelo que ficou famosa por engravidar de um jogador de futebol. No entanto, o programa é sensacionalista e só quer explorar os escândalos da vida de Nayara, que vai ficando cada vez mais desmoralizada a cada revelação bombástica feita por Luli, gerando muitos “climões” e alfinetadas de ambos os lados. A tensão crescente vai levar as duas à beira de um ataque de nervos, tudo isso ao vivo em rede nacional.

Participações especiais em vídeo

O espetáculo conta com cenário que simula um programa de auditório, onde o público da peça representará a plateia do programa. É neste cenário que as atrizes, na pele de suas tresloucadas personagens, traçam uma disputa de egos que será levada até as últimas consequências.

O QUE TERÁ ACONTECIDO A NAYARA GLORIA? conta com participações em vídeo, transmitidas ao longo do espetáculo, de grandes nomes de nossa teledramaturgia: as atrizes Betty Faria e Thalita Carauta, o ator Kadu Moliterno, e o autor Aguinaldo Silva, que interagem com as atrizes no palco. 

Para o autor Vitor de Oliveira, a comédia é um programa divertido, “mas que também faz refletir, mostrando que fama e sucesso são coisas totalmente diferentes”. Ele conta que o texto nasceu em 2010 como uma esquete de humor, mas devido ao sucesso com as reações do público, o texto foi sendo estendido. “Em 2012 e depois em 2013 apresentei uma versão mais longa no evento Satyrianas. Agora em 2016 ele chega à sua versão final”, explica Vitor.

Edgar Benitez, diretor da montagem, afirma que o título da peça não tem nada a ver com o célebre filme de 1962 O que terá acontecido a Baby Jane?. “Como é uma comédia decidimos brincar também com o título da peça. Quem nunca teve curiosidade de saber por onde anda algum ídolo do passado? E de que forma tal celebridade instantânea atingiu o estrelato? Muita gente acaba alcançando a fama sem ter nenhuma habilidade para tanto e são contempladas com os chamados ‘quinze minutos de fama’. Vemos no palco um atrito de egos que procuro, com minha direção, valorizar o texto e as personagens”, conta ele.

Curiosidades de O QUE TERÁ ACONTECIDO A NAYARA GLORIA?

  • Thalita Carauta é irmã de um dos autores, Fellipe Carauta. Esse é o primeiro trabalho que eles realizam juntos;
  • Betty Faria é a atriz favorita do autor Vitor de Oliveira, que teve seu desejo de se tornar escritor assistindo a Tieta, estrelada pela atriz e escrita por Aguinaldo Silva, que também participa do espetáculo interpretando ele mesmo.
  • No espetáculo, Kadu Moliterno faz menção a várias novelas e séries das quais participou.

Sobre autores e direção

Vitor de Oliveira

Roteirista, escritor, professor e dramaturgo. Criador do blog Eu Prefiro Melão, um dos pioneiros a publicar textos de conteúdo próprio voltado para o universo da teledramaturgia, que deu origem ao seu primeiro livro Eu prefiro melão – melhores momentos de um blog televisivo. Colaborador da nova versão de O Astro (2011), novela de Janete Clair, adaptada por Alcides Nogueira e Geraldo Carneiro, também foi um dos roteiristas de I Love Paraisópolis (2015), ambas da Rede Globo. Ainda em TV é um dos roteiristas do piloto da série Homens querem casar & mulheres querem sexo, finalista do Festival Internacional de Televisão. No cinema, foi roteirista do curta Corra, biba, corra, exibido no Festival Mix Brasil e no CineClube LGBT e dos curtas Metade Da Laranja (premiado no Festival Brasil de Cinema Internacional), além de Operação Orquídea, estrelado por Norma Blum e premiado com Menção Honrosa de Melhor Roteiro no Festival Brasil de Cinema Internacional. Também é autor do longa Santa Conexão, com previsão de lançamento pela Europa Filmes em 2017. É autor das peças de teatro: O que terá acontecido a Nayara Glória?; Mãe, atualmente em pré-produção e a montagem infantil A bola mágica, com apresentações no Rio de Janeiro em 2014, além das inéditas Bruta Flor (estreia em novembro de 2016 em São Paulo), A Fera do Andaraí, Madame e Antes que Amanheça.

Carlos Fernando Barros

Escritor, roteirista e dramaturgo. Trabalhos recentes: Peça Bruta Flor (estreia em novembro de 2016 em São Paulo), a peça infantil Gigi – Uma princesa no reino da Feiura (estreia em janeiro de 2017 em São Paulo) e o curta-metragem Operação Orquídea, estrelado por Norma Blum e premiado com Menção Honrosa de Melhor Roteiro no Festival Brasil de Cinema Internacional. É autor Livro de contos Todas as Janelas, lançado em SP e no Rio de Janeiro em 2013.

Fellipe Carauta

Professor de Alemão formado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Participou da oficina de roteiro ministrada por Margareth Boury e á autor de duas peças de teatro: O que terá acontecido a Nayara Glória? e Antes que Amanheça

Edgar Benitez

Completando 18 anos de carreira em 2016, com mais de 16 espetáculos dirigidos, formado em Teatro pela UERGS, Edgar Benitez, após temporada de grande sucesso com a comédia Cinderela Pervertida, assina agora a direção de O que Terá acontecido a Nayara Glória?. Benitez já trabalhou dirigindo em teatro atores e atrizes do mais alto nível profissional, como Norma Blum, Mayara Magri, Babi Xavier, Clara Carvalho e João Baldasserini, entre outros.

Para roteiro:

O QUE TERÁ ACONTECIDO A NAYARA GLORIA? – Estreia dia 5 de outubro, quarta-feira, às 19 horas, no Teatro União Cultural. Texto – Vitor de Oliveira, escrito com Carlos Fernando Barros e Fellipe Carauta. Direção – Edgar Benitez. Elenco – Maria Rocha e Joice Tavares. Participações Especiais em Vídeo – Aguinaldo Silva, Betty Faria, Kadu Moliterno e Thalita Carauta. Assistentes de Direção – Fernanda Giacomini e Lívia Andrade. Figurinos, Cenário e Adereços – Ângela Schoendorfer. Criação e Operação de Luz – Renato Hermeto. Design Gráfico e Website – Diogo Duarte Peixoto. Fotos – Anny Hipólito. Registro e Edição Audiovisual – Ricardo Espigado. Operador de Som e Projeções – Lívia Andrade. Direção de Produção – Edgar Benitez. Produção Executiva – Regina Hennies. Assistente de Produção – Carlos Fernando Barros. Administração – Theodoro Becker. Realização e ProduçãoWerther Produções Artísticas Ltda. Duração – XXX. Temporada – Até 26 de outubro, quarta-feira às 19 horas. Indicado para maiores de 10 anos. Ingressos – R$ 30,00 e R$ 15,00 (meia-entrada).


Este slideshow necessita de JavaScript.


TEATRO UNIÃO CULTURAL – Rua Mário Amaral, 209 – Paraíso (600 metros da estação Brigadeiro do metrô). Telefone – (11) 2148-2904. Capacidade – 276 lugares. www.teatrouniaocultural.com.br

Posts Relacionados

ARTESANATO – MOISÉS MOREIRA

Carolina Stofella nasce uma estrela pronta para brilhar em cena.

NERINA, PEÇA INFANTO JUVENIL RECORDISTA EM INDICAÇÕES PARA PREMIOS CHEGA A SP