Congresso de Celebração dos 100 anos da Pedagogia Waldorf acontece esta semana na Esalq,com coordenadores mundiais da campanha

21 de junho de 2019 Atualidades
Congresso de Celebração dos 100 anos da Pedagogia Waldorf acontece esta semana na Esalq,com coordenadores mundiais da campanha

Federação das Escolas Waldorf no Brasil em conjunto com a Seção Pedagógica no Brasil pela ação do Grupo de Jovens Professores realizam  o ‘Congresso de Celebração dos 100 anos da Pedagogia Waldorf’, em Piracicaba

Evento contará com presença dos coordenadores internacionais da celebração do centenário

Entre  os dia 19 e 23 de junho  acontece na ESALQ – USP,  em Piracicaba, o ‘Congresso de Celebração dos 100 anos da Pedagogia Waldorf’ , que está inserido  na programação internacional  da celebração do centenário dessa pedagogia, sob o título “Waldorf 100 – Learn to change the world; act locally, affect globally”.

O congresso  é uma iniciativa da  Seção Pedagógica da Sociedade Antroposófica do Brasil , por meio da ação do Grupo de Jovens professores, junto à Escola Waldorf Novalis, à Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz – ESALQ, e à Federação das Escolas Waldorf no Brasil (FEWB). Conta  com a inscrição de mais de 400 professores Waldorf de vários estados brasileiros e das mais variadas instituições, além de alunos da graduação da ESALQ.

A ideia desse evento nasceu de encontros  entre jovens professores que começaram  a ser realizados em 2012 para estudar a trilogia dos livros “Arte de Educar”, de Rudolf Steiner, idealizador da Pedagogia Waldorf,  e trocar experiências de ensino e aprendizado. Esses jovens contataram os professores experientes  para ouvir deles o que compreendem como essencial nessa pedagogia. Foram encontros ricos, de aprofundamento e reflexão, que impulsionaram o grupo a idealizar a celebração deste centenário no Brasil.

A programação do congresso  inclui palestras, mesas redondas,  oficinas de vivências pedagógicas, de estudo e prática pedagógica, oferecidas por professores de escolas Waldorf do Brasil e professores da ESALQ, além de convidados especiais de instituições internacionais, como  Nana Göebel e Henning Kullak-Üblick, coordenadores da ação mundial da celebração dos 100 anos. Além disso, haverá momentos festivos, com apresentações artísticas de alunos e professores, tais como música, euritmia e teatro.

A realização deste evento no mais consolidado e importante campus de agricultura da América Latina é uma excelente oportunidade de integrar Educação, Ciência e Arte em prol do desenvolvimento humano, promovendo um intercâmbio de conhecimento entre professores, cientistas naturais, estudantes e sociedade. Isso se expressará em duas palestras principais, dedicadas ao tema “Abelhas e Árvores”, na perspectiva acadêmica e antroposófica, além de atividades práticas coordenadas por professores e alunos da ESALQ.

O tema escolhido para o congresso  visa salientar a importância das abelhas na natureza e a compreensão  da ideia de colmeia como uma comunidade, e combater sua extinção. Uma das metas mundiais das escolas Waldorf neste ano é promover as populações de abelhas silvestres. Alunos de todas as idades estão sendo estimulados a participar ativamente desse processo,  desde a colheita de mel até as complexas tarefas de pesquisa; desde o plantio de plantas melíferas, pastos de abelhas até a preparação de locais de nidificação para abelhas silvestres.

O livro “Caminhos Percorridos – para inspirar professores a criar os seus próprios “, com uma coletânea de trabalho de professores  e alunos de classe, será lançado na ocasião.

Mais informações e programação completa  do evento estão em: https://congresso100anospw.eventize.com.br

OS 100 ANOS DA PEDAGOGIA WALDORF

A Pedagogia Waldorf foi idealizada pelo filósofo austríaco Rudolf Steiner, em 1919, na Alemanha, e apontada pela UNESCO como a pedagogia capaz de responder aos desafios educacionais, principalmente nas áreas de grandes diferenças culturais.

Ela se baseia numa visão ampliada e completa do ser humano e de seu desenvolvimento, em que crianças e jovens são considerados em seus aspectos individuais e nas particularidades da faixa etária a que pertencem. Procura-se dar condições para que cada indivíduo descubra e alcance seu potencial e, supere os seus desafios.

Após o fim da primeira Grande Guerra, os pais buscavam por valores mais humanos e uma nova pedagogia.  Por iniciativa dos fundadores Emil e Berta Molt, em setembro de 1919, em Stuttgart, iniciou-se a primeira escola Waldorf. Havia doze professores fundadores. Eles foram convidados por Rudolf Steiner para um curso de 14 dias, durante o qual, a partir do conhecimento antropológico do ser humano, trabalhou-se os fundamentos da Pedagogia Waldorf. Até meados do século XX, outras 34 escolas Waldorf foram fundadas: na Alemanha, Suíça, Holanda, Inglaterra, Noruega e Suécia, na Hungria e na Áustria, assim como nos EUA.

Na segunda metade do século, o movimento da Escola Waldorf consolidou-se e tornou-se um uma pedagogia  amplamente praticada. Em alguns países, como Alemanha, Holanda e Escandinávia, as escolas Waldorf passaram a ser subsidiadas pelo estado, como escolas livres. Na maioria dos países, porém, os pais mantêm as escolas. Apesar da situação econômica nem sempre favorável, o movimento Waldorf cresceu. Em 1985, já havia 306 escolas em 23 países.

Atualmente existem cerca de 1100 escolas de Ensino Fundamental e Médio no mundo e mais de 2000 escolas de Educação Infantil. No Brasil, desde a fundação da Federação das Escolas Waldorf (FEWB) em 1998, houve um crescimento significativo de mais de 200%. Hoje são 88 escolas Waldorf filiadas e mais 170 em processo de filiação distribuídas em 21 Estados brasileiros, reunindo mais de 16.000 alunos e cerca de 1.700 professores. Para atender a busca por formação pedagógica Waldorf existem hoje 19 Centros de Formação distribuídos pelo país.

SERVIÇO

LOCAL:  Escola Superior de Agricultura Luis de Queiróz, ESALQ – Piracicaba – SP

DATA:  19 a 23 de junho de 2019

Site: https://congresso100anospw.eventize.com.br

www.fewb.org.br


Copyright ©2018. Todos os direitos reservados.