Depressão revelada por personagem de Eike Duarte em ‘Malhação’ torna o ator alvo de mensagens de jovens com o problema

11 de dezembro de 2018 Atualidades
Depressão revelada por personagem de Eike Duarte em ‘Malhação’ torna o ator alvo de mensagens de jovens com o problema

Depressão revelada por personagem de Eike Duarte em ‘Malhação’ torna o ator alvo de mensagens de jovens com o problema

Desde que o seu personagem em “Malhação – Vidas Brasileiras”, o surfista Álvaro Borges, começou a manifestar sinais de angústia existencial, o ator Eike Duarte vem vivendo uma experiência inédita em sua carreira. A identificação com a doença do personagem tem levado muitos jovens a mandar mensagens para o ator, seja através da Central de Atendimento ao Telespectador da TV Globo ou até mesmo diretamente pelas redes sociais de Eike.

“Recebi mensagens de pessoas que têm depressão e não sabiam como falar para os pais. Um adolescente colocou os pais para assistirem à Malhação e eles, agora, estão acompanhando e ajudando o filho. Isso é muito gratificante”, conta o ator carioca, que se preparou com dedicação para viver o papel.

“É impressionante como, de cinco pessoas com quem converso sobre a doença, duas já tiveram depressão. Eu, que nunca tive nem algo parecido, vi filmes sobre o assunto e li livros até sobre outros transtornos psíquicos e de humor, como a síndrome de borderline, para entender melhor essa energia que traz tanto sofrimento mental”, conta Eike.

O ator encontrou um personagem real em suas pesquisas, próximo ao seu papel na ficção: o surfista catarinense Jean da Silva, que se suicidou em novembro do ano passado, causando consternação no mundo do surf. Consciente da sua responsabilidade, Eike Duarte aconselha sempre os jovens a procurar ajuda médica.

Desafio em minissérie

Eike também ganhou um outro papel significativo, no qual mostra uma outra faceta, mais adulta: ele pode ser visto na minissérie “Se eu fechar os olhos agora”, dirigida por Carlos Manga Jr. (Manguinha), disponível no Now e com estreia prevista para 2019 na TV Globo.

Na trama dramática ele vive um jogador de futebol, Antônio, que não existe no livro homônimo de Edney Silvestre, no qual o novelista Ricardo Linhares se inspirou para criar a obra de 10 capítulos.

A série começa com um assassinato brutal de uma mulher, nos anos 60, numa cidade da zona do café do Estado do Rio de Janeiro.

Um pouco mais sobre Eike Duarte:

O ator tem 21 anos e, além de “Malhação”, já trabalhou nas novelas “Sol Nascente”, “Em Família”, “Flor do Caribe” e “Negócio da China”, todas da Globo. Participou dos programas “Xuxa no Mundo da Imaginação”, “Aventuras do Didi” e “Turma do Didi”. Fez oito peças de teatro, a última, “Garotos”, em 2017. No cinema, trabalhou em “O Cavaleiro Didi e a Princesa Lili” e “Xuxa Gêmeas”.

O início da sua carreira está diretamente ligado à Xuxa: uma das professoras da creche onde Eike estudava era assistente do Fly, coreógrafo dos programas da apresentadora. Vendo sua desenvoltura para dançar, ela fez a ponte para que o menino de sete anos participasse do DVD “Xuxa só para baixinhos 5”. Daí em diante, Xuxa o chamou para vários DVDs e para integrar, por três anos, o elenco da sua turnê de shows, com apresentações por todo o país e na Argentina.


Copyright ©2018. Todos os direitos reservados.