Fernando Martins apresenta “Hertz- Peixes Nunca Dormem”

5 de dezembro de 2018 Artes e Cultura
Fernando Martins apresenta “Hertz- Peixes Nunca Dormem”

Fernando Martins apresenta “Hertz”  em dois espaços culturais da cidade

Foto: Paulo Uras

Fernando Martins, diretor da Plataforma Shop Sui e ex-bailarino do Balé da Cidade de São Paulo, apresenta, esta semana , “Hertz – Peixes Nunca Dormem”, em dois espaço da cidade. No dia 11, terça-feira, faz um ensaio aberto da performance no Condomínio Cultural, uma associação de artistas que funciona num antigo hospital, onde ensaia, no bairro das Perdizes; e de 13 a 15 (quinta a sábado), leva o espetáculo ao Centro de Referência da Dança (CRDSP), na região central da cidade.

Performance-solo, “Hertz…” conecta movimento, imagens e frequências sonoras tendo uma mesa cimática – que torna a vibração sonora visível e mostra a natureza transformacional do som e da matéria -, não apenas como objeto cênico central, mas também como um corpo que cria dualidades com o intérprete e interatividade com o público. A frequência sonora é estimulada por um alto-falante que, conectado a uma bandeja, cria vibrações. Quando as ondas sonoras se movem através de um meio físico – líquidos dentro da bandeja e pigmentos de cor -, são geradas imagens, que mudam conforme a vibração, registradas pelo artista durante a performance.

A ciência Cymática tem estudos originalmente feitos pelo Dr. Hans Jenny, na década de 1960, e repetidos por outros cientistas, mas investigados desde o século 18, quando o físico e músico alemão Ernst Chladni publicou sua teoria sobre como o som afeta a todos nós no livro  “Descobertas sobre a Teoria do Som” (1787).

A dramaturgia cênica de “Hertz” dialoga com lugares subjetivos e objetivos que cruzam a trajetória artística e pessoal do performer. A dramaturgia corporal parte da pesquisa de linguagem Brain Diving, principal objeto de estudo de Fernando Martins, que propõe uma ruptura do mecanismo em repetição de pensamentos e do modo tradicional e mecânico de agir, proporcionando caminhos para a construção de uma forma pessoal em mover-se. “O pensamento em Brain Diving pode ser comparado a uma teia de aranha; por sua forma interligada e conectada, a informação chega, quase instantaneamente, em pontos diversos de todo o corpo”, explica Martins.

Em “Hertz – Peixes Nunca Dormem”, Fernando Martins conta com a colaboração de Dalilla Leon na criação; Caleb  Mascarenhas responde pelo processo de programação, Carolina Sudati e João Pimenta assinam o figurino e a cenografia (mesa cimática) é de Leo Ceolin.

As apresentações integram o projeto “Brain Diving – procedimento para cena”, contemplado pela 24a edição do Programa Municipal de Fomento à Dança.

_________________________________________________

Serviço:

“Hertz – Peixes Nunca Dormem”, de Fernando Martins

Dia 11/12 (terça-feira), às 19h (Ensaio Aberto)

Local: Condomínio Cultural

  1. Mundo Novo, 342 – Perdizes, São Paulo

11 43044121

http://condominiocultural.org.br

Dias: 13, 14 e 15/12 (quinta a sábado), às 18h

Local: Centro de Referência da Dança – CRDSP

Baixos do Viaduto do Chá, s/n – Centro (ao lado do Theatro Municipal)

Tel: 32143249 | 953013769)

Classificação indicativa: livre | Duração: 40 minutos

Ficha Técnica

Direção Performer: Fernando Martins | Assistente de criação: Dalilla Leon | Cenografia – Mesa cimática: Leo Ceolin | Programação processing: Caleb Mascarenhas | Figurino: Carolina Sudati  e João Pimenta (colete e casaco) | Trilha sonora: Fernando Martins | Assessoria de Imagem: Jhonatas Silva | Assistente de produção: Dalilla Leon (Plataforma Shop Sui) | Produção: Cristiane Klein (Dionísio Produção)

Link dos trabalho:

https://www.youtube.com/watch?v=achkb92tcZA


Copyright ©2018. Todos os direitos reservados.