Google, LinkedIn, Twitter e Amazon juntos em iniciativa gratuita voltada para jornalistas de todo o Brasil

25 de abril de 2019 Divulgação
Google, LinkedIn, Twitter e Amazon juntos em iniciativa gratuita voltada para jornalistas de todo o Brasil

Google, LinkedIn, Twitter e Amazon juntos em iniciativa gratuita voltada para jornalistas de todo o Brasil

Realizado em parceria com as maiores empresas de tecnologia, profissionais consagrados e novos nomes da comunicação, o treinamento é a primeira iniciativa da Galápagos Newsmaking. Recém-criada, a empresa de mídia digital da ex-publisher da Editora Abril, Alecsandra Zapparoli, busca fomentar a regionalização e a diversidade de profissionais e temas na produção de conteúdo

Estão abertas as inscrições para participar da Jornada Galápagos de Jornalismo. Trata-se de um curso gratuito (inclui deslocamento e hospedagem) para universitários ou profissionais formados em qualquer área e que tenham talento para produzir conteúdo jornalístico em plataformas digitais (podcasts, vídeos e textos) oferecido pela nova empresa de mídia da jornalista Alecsandra Zapparoli, ex-publisher da Editora Abril.

Marcado para acontecer em São Paulo entre os dias 21 de julho e 01 de agosto, o treinamento é realizado em parceria inédita entre as maiores empresas de tecnologia do mundo. Google News Lab, Twitter, AmazonKindle, LinkedIn, entre outros, toparam compartilhar seu know-how em oficinas, debates e palestras em suas sedes na capital paulista.

Também apoiam a iniciativa Ricardo Sales, do Mais Diversidade, e a empresa 2GetAmrop, uma das maiores redes globais de busca de talentos, referência na área em disseminar a importância da diversidade no ambiente corporativo.

A curadora responsável pela Jornada Galápagos de Jornalismo é a jornalista, escritora e repórter especial do Prêmio CLAUDIA (2015 a 2018), Giuliana Bergamo. Ela atuará com o jovem talento do jornalismo Felipe Germano, que deixou a Superinteressante após três anos.

Processo seletivo

As inscrições devem ser feitas pelo site do curso: www.galapagosnewsmaking.com.br. A seleção ocorre em duas etapas. Na primeira, serão escolhidas 200 pessoas espalhadas por todo o território nacional que devem ser entrevistadas ao vivo preferencialmente em suas localidades de origem. Desta segunda rodada, sairão 30 nomes eleitos para vir a São Paulo participar do evento presencialmente. Os outros 170 também terão acesso ao material do curso via vídeo.

Conteúdo da Jornada Galápagos de Jornalismo

Ao todo, são 80 horas de evento ao longo das quais serão abordados os seguintes temas:

  • Transparência na produção
  • Justiça e liberdade de imprensa
  • A importância e o custo do furo
  • O sangue novo e a alma da reportagem
  • Desistir jamais: cases de longas e incansáveis apurações
  • Indicadores de qualidade editorial
  • Inteligência Artificial a favor do jornalismo
  • O compromisso ético
  • A vez da voz: a notícia em podcasts e conteúdos de áudio
  • Tendências de comportamento
  • A importância de ocupar espaços e ter lugar de fala
  • O colunismo social na era digital
  • A importância de se pagar pelo jornalismo
  • A audiência como fiscal da apuração
  • Engajar e conquistar a audiência
  • Relevância X audiência
  • A fidelidade com marcas
  • As pessoas no centro das histórias
  • O impacto do jornalismo: dos grandes furos aos buracos de rua
  • O fenômeno das notícias falsas
  • A essência do vídeo em plataformas digitais
  • Jornalismo de dados
  • Storytelling: a base de tudo

 

  • O Google e a notícia
  • A importância do Twitter para jornalistas
  • Amazon/Kindle: o autopublishing como ferramenta para grandes reportagens
  • LinkedIn para jornalistas – da montagem do perfil às ferramentas editoriais
  • Facebook para jornalistas
  • Tempo X grau de aprofundamento da notícia
  • Como evitar o erro e como repará-lo
  • Ferramentas de monitoramento
  • Como pensar produtos para a internet
  • Por que a regionalização é importante?
  • Técnicas de entrevista
  • Jornalismo periférico
  • Como cobrir política nos dias de hoje
  • A era da polarização (lovers and haters)
  • Minorias, diversidade e imprensa
  • Empreendedorismo em jornalismo
  • A força da opinião e o papel do humor
  • Publicidade X conteúdo

Calendário

+    De   25   de   março a 30 de abril: inscrições pelo site da Galápagos Newsmaking: www.galapagosnewsmaking.com.br

+    De 30 de abril a 10 de maio: primeira etapa de seleção

+    13 de maio: divulgação da lista de nomes selecionados para a segunda etapa

+    De 13 de maio a 17 de maio: confirmação da participação por meio do envio de documentos e conteúdo para avaliação

+    De 20 de maio a 14 de junho: segunda fase de seleção

+    01 de julho: divulgação da lista final de participantes

+    De 2 a 5 de julho: inscrição final

+    De 21 a 10 de julho: Jornada Galápagos em São Paulo

Galápagos Newsmaking

Jornada Galápagos de Jornalismo é a primeira iniciativa da Galápagos Newsmaking, empresa de mídia recém-criada pela ex-publisher da Editora Abril, Alecsandra Zapparoli. Desde que deixou o cargo, há pouco mais de seis meses, a jornalista começou a formatar o negócio por acreditar na necessidade de produção primária de conteúdo jornalístico, ainda que sob o ponto de vista de modelo de negócio o momento seja altamente desafiador. “Neste período, fiz exatos 67 encontros com pessoas das mais variadas áreas, especialmente startups, para buscar provocações e insights de como criar algo inovador entendendo as especificidades do nosso produto, o jornalismo”, diz.

Na prototipagem de alguns dos produtos, Zapparoli contou com a expertise de Léo Xavier, um dos maiores especialistas em digital e mobile, atual CEO da Pontomobi, empresa da qual é fundador. “Estudamos onde está o leitor, fizemos a jornada de como ele consome conteúdo e a partir daí construímos uma abordagem contemporânea na produção de conteúdo, entendendo os formatos das principais plataformas de distribuição como Stories, WhatsApp, Spotify, Messenger e Twitter”, afirma Xavier.

Para a Jornada Galápagos de Jornalismo, foram criadas métricas específicas para medir o impacto social do curso e aprimorá-lo ano a ano. Além do treinamento, a Galápagos Newsmaking terá 4 marcas em sua estrutura: a DarwiNews, com foco em temas sobre cidadania, incluindo a cobertura de poder, diversidade, inovação e cultura; Sabor4Life, que envolve a preocupação global com alimentação saudável e toda a cadeia alimentar; FelizMente,sobre saúde e bem-estar; e PMEvolução, sobre empreendedorismo e iniciativas inovadoras no universo de pequenas e médias empresas.

As pessoas no centro da notícia

O propósito da Galápagos Newsmaking é repensar a lógica da formatação e distribuição de conteúdo. “Vamos contar histórias de um jeito diferente, focando especialmente em gente, diversidade, regionalização, transparência e inovação.

Queremos contar histórias de um jeito que faça história”, afirma Alecsandra Zapparoli. Estão sob a mira da Galápagos, portanto, histórias que sejam úteis, toquem, provoquem, empoderem, inspirem e ensinem, apostando em diversidade, regionalização, transparência, inovação, dados e, claro, pessoas. Essa é a ambiciosa receita das marcas que nascerão sob o chapéu da Galápagos Newsmaking.


Copyright ©2018. Todos os direitos reservados.