Projeto Passageiro do Futuro oferece capacitação em artes cênicas e assistência social para jovens em São Cristóvão

15 de julho de 2019 Educação e Tecnologia
Projeto Passageiro do Futuro oferece capacitação em artes cênicas e assistência social para jovens em São Cristóvão

Passageiro do Futuro chega a 22ª edição 

Em 18 anos, projeto já capacitou mais de 1550 jovens de 14 a 21 anos para o mercado de trabalho em funções técnicas e artísticas

Alunos participam de oficinas de formação durante seis meses, com acompanhamento do rendimento escolar, e circulam com espetáculo em outubro 

A demanda por profissionais qualificados nas artes cênicas inspirou a atriz e produtora Juliana Teixeira a criar em 2001 o projeto itinerante Passageiro do Futuro, que vai muito além da instrução técnica e artística para jovens de baixa renda. Em seis meses de aulas, 50 alunos participam de oficinas de capacitação e recebem orientação e acompanhamento da equipe formada por profissionais do mercado e assistentes sociais. O bom desempenho escolar e a participação da família são fundamentais para o sucesso do projeto que este ano chega a sua 22ª edição, em São Cristóvão. 

Há 18 anos o Passageiro do Futuro vem apostando na formação de qualidade em áreas técnicas das artes, apresentando opções para a atuação em um crescente mercado de trabalho. Em suas aulas, os professores traçam um paralelo entre o conteúdo da educação formal e as disciplinas do projeto. É possível, por exemplo, relacionar os conceitos de biologia às aulas de caracterização; matemática e geometria à cenografia; física à sonorização; literatura à interpretação entre outras. 

“A ideia é que seja um projeto completo, que melhore a vida desses jovens e da comunidade. Fazemos acompanhamento individual e familiar, além de encaminhá-los a serviços sociais e monitorar o rendimento escolar, condição indispensável para participação no projeto”, explica Juliana. 

Mais de 1550 jovens de comunidades carentes já foram atendidos pelo projeto e aprenderam diversas funções técnicas no teatro como sonorização, iluminação, caracterização (maquiagem), figurino, corpo e voz, cenário, além de interpretação. Durante os seis meses de formação, os alunos se preparam para uma nova montagem que irá circular por diversos teatros da rede municipal, com entrada gratuita.

A 22ª edição teve início com a divulgação do projeto nas escolas da rede pública nos bairros do Caju, São Cristovão, Benfica, Manguinhos e Bonsucesso. Os interessados se inscreveram, com autorização dos responsáveis, e 50 alunos foram selecionados e já estão participando das oficinas, que começaram em junho. As aulas são realizadas às segundas, quartas e sextas, com carga horária de 13 horas semanais.

Além das aulas, os jovens participam de palestras e dinâmicas sobre diversos temas como não violência entre gênero e bullying. Também visitam em grupo centros culturais e assistem espetáculos que estão em cena. Em breve, os alunos darão início à montagem de uma peça teatral, sob orientação dos professores.

Juliana frisa que é importante que os alunos se apropriem da montagem, incluindo a escolha do texto com o qual mais se identificam: “Já fizemos de Shakespeare a Naum Alves de Souza, passando por Brecht e Dias Gomes”. Os alunos recebem a orientação dos professores de cada disciplina para realizar na prática as funções que aprenderam no curso. “Além da parte teórica é fundamental essa vivência, que irá de fato prepará-los para o mercado de trabalho”, conclui. 

Passageiro do Futuro 22ª edição é patrocinado pela Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, Secretaria Municipal de Cultura, pelas empresas Valid e Libra Terminais Rio, por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura – Lei do ISS. A realização é da Nova Bossa Produções Culturais.

O início do projeto

Tudo começou em 2001, quando a atriz e produtora Juliana Teixeira integrava o elenco de ‘Tudo no Escuro’, peça de Peter Shaffer. “Ali tudo dependia de iluminação e começamos a ter dificuldades em conseguir técnicos para a turnê. A partir daí, resolvi colocar em prática esse meu desejo de trabalhar com teatro com jovens carentes e, ao mesmo tempo, tentar suprir a falta de mão de obra técnica do teatro profissional”, lembra Juliana. 

Com formato itinerante, permanece ao menos dois anos em cada comunidade e já atuou em Vila Aliança (Bangu), Vila Kennedy (Bangu), Água Santa, Del Castilho, Rio das Pedras, Andaraí, Engenho de Dentro, Copacabana, Caju e atualmente está em São Cristóvão.

Os Passageiros que já estão no mercado

Inúmeros Passageiros estão atuando no mercado do entretenimento, música, teatro, dança, televisão e moda, entre outros segmentos.

Douglas Vergueiro (2012 e 2013, na Ladeira dos Tabajaras) atuou no musical Andanças, sobre a cantora Beth Carvalho, interpretando o cantor Zeca Pagodinho.  Depois de sua participação no projeto, se profissionalizou como ator. 

Glaucia Peixoto, turma de Água Santa, participante entre 2003 e 2005, trabalha como produtora de eventos, com destaque para as Olímpiadas e shows de música.

Jamile Regina (turma 2007, Bangu) é microfonista de grandes musicais, como Cazuza, querida de Miguel Falabella. Ocupa com destaque posto de principal microfonista do Rio de Janeiro.

Maiza Tchelly participou em 2012 e 2013 na Ladeira dos Tabajaras e se especializou em operação de som. Envolvida com grupos de teatro, participa de festivais e mantém uma carreira ativa como atriz.

Robert Rodrigues, formado em licenciatura pela Estácio de Sá, que participou da turma do Andaraí 2009 e foi monitor do projeto em 2012 e 2013 na Ladeira dos Tabajaras (Copacabana). 

Ronald Rodrigues (turma 2009, Andaraí) atua nos grupos de dança Carlota Portela e Deborah Colker. Também excursiona com cantor Mumuzinho.

Espetáculos realizados pelo Passageiro do Futuro

1- Aquele que Diz, Aquele que Diz Não – Brecht (adaptação e direção Marcelo Escorel)

2- Sonho de Uma Água Santa – Shakespeare (adaptação e direção Monica Alvarenga)

3- A Galera Dança (texto e direção Joaquim Vicente)

4- Eu Abro Mão (texto e direção Monica Alvarenga)

5- A Festa (texto e direção Monica Alvarenga)

6- O Gigante Egoísta – Oscar Wilde (Joaquim Vicente)

7- Anjo do Subúrbio – Bertolt Brecht (adaptação e direção Celina Sodré)

8- O Rei de Ramos – Dias Gomes (Cyrano Rosalem)

9- Crônicas da Cidade – Diversos Autores Brasileiros  (adaptação e direção Marcia Nunes)

10- Além da Lenda do Minotauro – (adaptação  e direção Samir Murad)

11- Quem Matou o Leão – Maria Clara Machado (direção Beto Brown)

12- Forrobodó – Chiquinha Gonzaga (direção Maurício Cardoso)

13- A Vida é uma Comédia – Luís Fernando Veríssimo (direção Claudio Handrey)

14- A Aurora da Minha Vida – Naum Alves (direção Claudio Handrey)

15- O Gato de Botas  – Maria Clara Machado (direção Claudio Handrey)

16 – O Auto da Compadecida – Ariano Suassuna (direção Mônica Alvarenga)

17 – Tribobó City – Maria Clara Machado (direção Mônica Alvarenga)

18 – O Mambembe –  Artur Azevedo e José Piza (direção Walney Gomes)

19 – O Passado a Limpo – Rogério Blat (adaptação e direção de Anna Wiltgen)

Sobre Juliana Teixeira

Atriz e produtora cultural, ingressa adolescente na escola O Tablado e posteriormente na CAL. Começou a atuar aos 15 anos em campanhas publicitárias, como o lançamento da Pepsi no Brasil. Viaja para Nova Iorque (1986-1989), para formação de teatro e dança. De volta trabalha em novelas na TV Globo, no cinema e no teatro. Em 1998 funda a Nova Bossa Produções Culturais e começa a produzir espetáculos teatrais e filmes de curta metragem e a partir de 2001 implementa o primeiro projeto sociocultural, Passageiro do Futuro. Atriz e produtora do espetáculo Aos Domingos, direção de Bruce Gomlevsky e texto de Julia Spadaccini. Indicado aos prêmios Shell e Cesgranrio 2013, como melhor texto, a peça foi escrita especialmente para os atores Juliana Teixeira e Jorge Caetano. Em 2015 e 2016, esteve em cartaz com Anti Nelson Rodrigues, com texto Nelson Rodrigues e direção novamente de Bruce Gomlevsky, atuando ao lado de Tonico Pereira, Joaquim Lopes e Yasmin Gomlevsky, entre outros. A peça percorreu o CCBB- RJ, Teatro Glaucio Gill e Centro Cultural Parque das Ruínas, além de um circuito em lonas e arenas da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro e circuitos Sesi RJ e Sesc RJ. Em 2018 atuou em Memória D´alma, direção Guilherme Scarpa e Camilo Pellegrini, indicado ao Prêmio Botequim Cultural nas categorias melhor texto inédito e atriz, foi ganhador do prêmio nacional CENYM em ambas as categorias.

Equipe Passageiro do Futuro

Coordenação Geral: Juliana Teixeira

Diretor de Produção: José Carlos Secco e Acacio Velloso

Produtor Executivo: Livia Borges

Assistente de Produção: Helio Velloso 

Assistente Social: Clarice Abreu

Professora de Corpo e Voz e Interpretação: Anna Beatriz Wiltgen

Professor de Sonorização: Chico Rota

Professora de Figurino: Rosa Ebee

Professora de Caracterização: Tainá Lasmar 

Professora de Cenografia: Vanessa Alves

Mídias Sociais: Alaina Paisan

Design Gráfico: Dudu Damm

Fotos: Marcelo Piu

Administradora: Paola Hehl

Contador: Chagas e Filhos 

Monitor: Higor Pires

Transporte: Reynaldo Alves e Wellington Terra

Alimentação: Café Bilhares

Realização Nova Bossa Produções Culturais 


Copyright ©2018. Todos os direitos reservados.